DEU NO RD NEWS: Sem concursados, Empaer pode ficar sem R$ 25 mi, denuncia sindicalista

Camila Cecílio/Rdnews

Gilmar Brunetto diz que Empaer precisa de concursados para não percer convênio

A demora do governo do Estado em convocar os aprovados no concurso público da Empaer, realizado em abril, pode acarretar no prejuízo de R$ 25 milhões em convênios para a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural. A afirmação é do presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Empaer (Sinterp), Gilmar Brunetto. “O governador Silval já fez o principal, que foi a realização do concurso. Agora, precisa concluir a sua obra, convocando os aprovados, pois sem a presença deles, a Empaer pode perder muito dinheiro que veio para pagar convênios”, alerta. 

O sindicalista diz que está preocupado com a falta de pessoal necessário para que a instituição possa cumprir os compromissos já assumidos em convênios e chamadas públicas para garantir assistência técnica às famílias que fazem parte da agricultura familiar em todo o Estado. Sustenta que os recursos contratados por meio do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal já estão à disposição da Empaer. “Mas simplesmente não existem técnicos suficientes que permitam que esses recursos sejam utilizados em favor dos pequenos agricultores e de suas famílias”, ressalta.

Para que isso aconteça, segundo Brunetto, é imprescindível que a gestão estadual convoque, o quanto antes, pelo menos 100 dos 225 candidatos aprovados no processo seletivo. Reforça ainda que a Empaer não tem condições de contratar trabalhadores temporários para atender a demanda criada pelos convênios e chamadas públicas, já que esse tipo de contratação não é autorizada pela PGE justamente por conta da realização do concurso, além da existência de concursados à espera de nomeação. 

“As informações de que dispomos dão conta de que são cerca de R$ 25 milhões que a Empaer poderá receber pelos convênios, assim que concluir os serviços contratados. Mas ela só pode concluir esse serviço se os concursados forem incorporados imediatamente à empresa”, destaca. O sindicalista diz que a expectativa é que o governador Silval Barbosa (PMDB) seja alertado para que a questão seja solucionada. 

O expediente tanto da secretaria de Administração quanto da Empaer só funciona a tarde, por isso não puderam dar esclarecimento do andamento da nomeação de concursados. Segundo assessoria da SAD, o primeiro procedimento é o encaminhamento da lista das necessidades feita pela Empaer, para então o pedido ser encaminhado.

Matéria no link: http://www.rdnews.com.br/orgaos/sem-concursados-empaer-pode-ficar-sem-r-25-mi-denuncia-sindicalista/54850

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *