“Empresa virou motivo de galhofa”, diz Gilmar sobre concurso

 Gilmar visitando a Sede da Empaer de Nortelândia em ruinas
 
O sindicalista Gilmar Brunetto que desde a terça-feira vem percorrendo o interior de Mato Grosso comandando assembleias setoriais para tratar do Acordo Coletivo 2014/2015 que beneficiará todos os trabalhadores da Empaer, disse estar revoltado com a situação de escracho para com a empresa gerada a partir da má qualidade das provas do concurso público realizado no último domingo.
 
– A gente pensava que tudo estava bem encaminhado mas vemos que caimos numa esparrela. Esse Instituto AOCP contratado para promover o concurso não entende nada de Empaer, não entende nada de coisa nenhuma, transformou a Empaer em motivo de galhofa nacional – explodiu o sindicalista.
 
Gilmar esteve em Barra do Bugres na terça-feira, nesta quinta estará em Sinop e na sexta-feira segue para Alta Floresta. Ele garante que, por onde passa, a prova da Empaer, com sua pergunta estaparfúdia sobre cantores sertanejos é motivo constante de piada. “Tá todo mundo sabendo e tá todo mundo gozando”, informou.
 
De acordo com o presidente do Sinterp, o Instituto AOCP, responsável pelas provas, revoltou a todos ao simplesmente não tratr, nas questões da prova, de temas vitais para a empresa e para a carreira de extensionista como a Extensão Rural, a Agricultura Familiar, a Análise de Solos, o Crédito Rural, a Irrigação, o MDA, o Pronaf, a História de Mato Grosso.
 
– Antes da confecção da prova, eles deveriam ter procurado profissionais da área para uma consultoria e não nos teriam exposto a este vexame nacional. O sindicato inclusive alertou a direção da Empaer sugerindo que essa troca de experiência acontecesse. – contou.
 
Na avaliação de Gilmar Brunetto, não será surpresa se houverem muitos recursos contra as perguntas descabidas que apareceram nos questionários a que foram submetidos os candidatos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 4 =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.