Ministro diz que agência nacional de assistência técnica rural será criada

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, disse que o Plano Safra 2013/2014, da agricultura familiar, deve ser lançado pelo governo na mesma época, e que entre as novidades estará a criação de uma agência nacional de assistência técnica rural, pedida pela presidente Dilma Rousseff no lançamento do último plano, no meio do ano passado. Segundo o ministro, o governo federal destinou R$ 800 milhões para a assistência técnica rural este ano, mas a agência deve qualificar essa política.

O ministro e a presidente receberam ontem (24/04/13) daConfederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) a pauta de reivindicações do 19º Grito da Terra, que este ano ocorrerá nos dias 21 e 22 de maio e trará a assistência técnica como um dos pontos prioritários.

“Nosso objetivo é aproximar o que tem de pesquisa agropecuária desenvolvida no Brasil, seja na Embrapa [Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária], seja nas organizações estaduais de pesquisa agropecuária, seja nas universidades, para o médio produtor, aqueles que ainda não têm acesso a tecnologias”, disse Pepe Vargas. Segundo ele, a proposta será submetida à presidente Dilma nos próximos dias. Ele ressaltou que a agência deve incrementar a assistência técnica no país.

Atualmente, o serviço é prestado principalmente pelas empresas de assistência técnica e extensão rural dos estados. Por isso, organizações de produtores rurais reclamam que os investimentos nesses institutos é muito dependente da boa vontade do governo local, gerando disparidade entre o serviço prestado a pequenos agricultores de diferentes estados.

Quando pediu a criação da agência, a presidente Dilma disse que há certa fragilidade na área, e o governo estava construindo uma política. “Estamos pensando na criação de uma agência capaz de providenciar e disseminar as melhores práticas a partir de protocolos e pacotes tecnológicos, criando e especializando um grupo de agentes públicos que terá ligação com os órgãos de extensão estaduais e cooperativas. Esse talvez seja um dos maiores desafios do meu governo”, disse, na ocasião do lançamento do Plano Safra 2012/2013, no fim de junho de 2012.

FONTE

Agência Brasil
Danilo Macedo – Repórter
Talita Cavalcante – Edição

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + 5 =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.