Servidor que fizer propaganda no trabalho será exonerado, diz Alécio

Por: Camila Cecílio
Foto: Davi Valle/Rdnews
Luiz Carlos Alécio proíbe servidores de fazer campanha durante o expediente

Os servidores da secretaria de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar de Mato Grosso que, eventualmente, fizerem qualquer propaganda política dentro da pasta ou em horário de expediente poderão ser exonerados. A afirmação é do próprio chefe da pasta, Luiz Carlos Alécio (PSD). “Se quiser fazer política, só depois do expediente. Dentro da secretaria não será permitido”, reforça.

O secretário é um dos apoiadores das candidaturas do deputado estadual José Riva (PSD) ao Governo e do ex-presidente da Famato, Rui Prado (PSD), ao Senado, mas garante que isso não será um problema. Ressalta, inclusive, que ao assumir o cargo recebeu a orientação do próprio Riva de moralizar a pasta, no sentido de reestruturá-la e levá-la ao seu “respectivo lugar”.

Além disso, reconhece que se permitir propaganda política dentro do órgão público, como adesivos e camisetas, a repercussão será negativa no cenário político. “Estaria prejudicando os demais candidatos”, admite. Alécio está na Sedraf há cerca de seis meses devido a saída de Meraldo Sá (PSD), que vai concorrer a deputado estadual nessas eleições.

 

link da matéria: http://www.rdnews.com.br/executivo/servidor-que-fizer-propaganda-no-trabalho-sera-exonerado-diz-alecio/55003

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *