Sinterp

Apoie o agrofamiliar para uma vida saudável

 

 No Dia Mundial da Alimentação, 16 de outubro, o Sinterp-MT, encerra a Campanha de Apoio à Agricultura Familiar que teve como objetivo reconectar as pessoas da cidade e do campo através da percepção de onde e como são produzidos os alimentos.

A Campanha de Apoio à Agricultura Familiar, promovida pelo sindicato com objetivo de sensibilizar a sociedade e os representantes locais sobre a importância da agricultura familiar para a economia dos municípios bem como para as pessoas, agricultores (as) familiares e consumidores, ou seja, as pessoas em primeiro lugar. Pessoas que têm o direito de planejar suas vidas, sua produção e de viver onde tem raízes – os agricultores. Pessoas que tem direito de respirar ar puro, beber água pura e comer alimentos seguros, saudáveis e produzidos de forma sustentável – todos nós, os consumidores.

A campanha também demonstrou a importância da assistência técnica, extensão rural, pesquisa e fomento público para o desenvolvimento da agricultura familiar.

A Empaer-MT participou ativamente da introdução das culturas, como a soja e o algodão, que transformaram o cenário produtivo e financeiro do Estado, através de pesquisa, introdução de variedades, adaptação de áreas, validação e adaptação de tecnologias, que transformaram a vida de simples agricultores vindos de outros estados em grandes produtores, agora barões do agronegócio; do processo de reforma agrária e implantação dos assentamentos no estado,  dos grandes programas e projetos de desenvolvimento que povoaram e criaram os municípios, da definição de vocações e produtos regionais.

Está presente em 128 municípios atendendo as demandas locais.   “Atualmente com condições operacionais  limitadas, devido ao fato de a Empresa estar com o CNPJ negativado  por herdar dívidas da época da fusão com a Codeagri, Casemat e Empa  e não por causa dos empregados, fato que impede o recebimento de recursos de convênios e trava muitas ações da Empresa”, frisa o presidente do Sinterp Pedro Carlos Carlotto,  pois a única fonte de custeio é a do Governo do Estado.  Como a empresa tem unidades locais em quase todos municípios do Estado, o custeio das ações tem sido ínfimo, o que dificulta a continuidade das ações de Ater, que são ações educativas e continuadas.

O presidente do Sindicato lembra que onde a Empaer-MT está as famílias rurais (agricultores, agricultoras e jovens) são transformadas, tendo em vista que recebem atendimentos individuais e grupais, através de visitas, cursos, palestras, orientações técnicas, dia de campo, entre outras metodologias de assistência técnica e extensão rural.

Diversos setores da sociedade tem manifestado apoio e reconhecimento da importância da agricultura familiar, como por exemplo, do ministro Ônyx Lorenzoni que ao anunciar  a liberação de mais de R$ 10 milhões para o setor, destacou os esforços para o fortalecimento da agricultura familiar; de parlamentares estaduais e federais, com liberação de emendas, e de todos os setores da sociedade com manifestações públicas da importância da alimentação saudável em redes sociais.

Acesse para visualizar a campanha através do site apoieoagrofamiliar.com.br,  redes sociais,  e conhecer algumas experiências de inclusão sócio produtivas mato-grossenses. Em Mato Grosso existem mais de 105.000 famílias de agricultores familiares, ou seja, mais de 400.000 pessoas.  Muitas experiencias para serem conhecidas….

Carlotto ressalta que a campanha oportunizou conhecer agricultores mato-grossenses de diversos municípios que apesar das dificuldades, com assistência técnica e extensão  rural limitada e insuficiente, têm produzido e abastecido os municípios, acessado políticas públicas (Pronaf, PNAE, PAA, aposentadoria rural, auxílio emergencial, moradia rural, fomento,…), movimentado a economia dos municípios e promovido a manutenção da cultura, dos costumes e das tradições de cada população, ou seja, são parte imprescindível na  identidade  de Mato Grosso.

O desafio envolve inúmeros parceiros, em especial, do Governo do Estado para a estruturação da Empaer- MT,  com  a implantação de  projetos de desenvolvimento com foco nos municípios e suas vocações,  de políticas públicas e ferramentas tecnológicas que tornem a atividade no campo sustentáveis e atrativas para a permanência dos jovens nas propriedades. Também dos deputados estaduais no encaminhamento de demandas regionais/municipais, dos prefeitos municipais e vereadores na negociação de projetos produtivos e de infraestrutura comunitárias, dos produtores do agronegócio com visão de inclusão sócio produtiva e responsabilidade social , das universidades federais, estaduais e particulares pela formação de mão de obra especializada às demandas dos municípios, de pesquisa  e extensão, dos agricultores familiares pela produção de alimentos limpos e seguros para os consumidores locais, dos comerciantes locais e municipais para a circulação interna de receitas e  da sociedade no controle social e cobrança pelas oportunidades para todos. Estruturar a Empaer-MT é  fortalecer a agricultura familiar.

Enfim, nós, empregados da Empaer-MT, colocamo-nos como parceiros para tornar os sistemas alimentares mais sustentáveis, fortes e resilientes, que é o tema do Dia Mundial da alimentação 2020: “Cultivar, alimentar, preservar. Juntos. As nossas ações são o nosso futuro.” (FAO/ONU).

Acesse nossas mídias

https://www.facebook.com/sinterpmt/

https://www.youtube.com/c/SINTERPMT/videos?view_as=subscriber

https://apoieoagrofamiliar.com.br/

https://www.instagram.com/sinterp.mt/