Sinterp

Governador quer judicializar caso dos vetos para “desfazer lambança” da AL

https://www.rdnews.com.br/executivo/governador-quer-judicializar-caso-dos-vetos-para-desfazer-lambanca-da-al/146741

RDNEWS Andhrezza Barboza

mauro mendes - inaugura��o da indea

Apesar de ter negado que iria judicializar a derrubada dos vetos pela Assembleia, o governador Mauro Mendes (DEM) estuda voltar atrás e pode recorrer à Justiça. Semana passada o governador teve duas derrotas no Legislativo, uma sobre a derrubada do veto ao projeto de isenção de ICMS sobre a energia solar até 2027 e outra com o veto que condiciona o retorno às aulas à vacinação dos profissionais da educação.

Aí eles (deputados) aprovaram a lei, eu vetei e derrubaram o veto. Obvio que isso não vai parar de pé, está jogando para a galera, mentindo para a população para ganhar algum votinho, provavelmente

Governador – Mauro Mendes

“Às vezes, momentaneamente, a gente fica até chateado porque gasta energia para ficar desfazendo essas lambanças. Chega um ponto que cansa, tem tanta coisa importante para mim, Assembleia, procuradoria. Isso gasta energia dos procuradores, Judiciário. Estamos reanalizando (judicializar), explico para a sociedade que voltei atrás. Inicialmente não iria judicializar, mas estamos estudando, principalmente esse da educação”, declarou nesta quarta (7), durante inauguração da nova sede do Indea.

A Secretaria de Estado de Educação tem no calendário a previsão de retorno das aulas presenciais de forma híbrida, parte em sala de aula e parte pela internet, para agosto. Com a demora no envio de vacinas contra covid-19 pelo Governo Federal, o estado chegou a sinalizar que poderia adiar novamente. Contudo, o Conselho Nacional de Educação aprovou o retorno das atividades o que dá o aval que faltava para o governo manter a previsão de volta às aulas.

Já em relação à energia solar, Mauro voltou a falar que é favorável à isenção, mas que o estado ficou impedido de atuar por conta da limitação do Confaz que negou o pedido enviado por Mato Grosso.

“Aí eles (deputados) aprovaram a lei, eu vetei e derrubaram o veto. Obvio que isso não vai parar de pé, está jogando para a galera, mentindo para a população para ganhar algum votinho, provavelmente”, concluiu.